A DOPAMINA NOSSA DE CADA DIA

POR LEILIANE GERMANO E WILLIAM BARTER

Adolescente morre após jogo virtual; imagens de palhaços sinistros viralizam pelo mundo e filmes pornôs sobre personagens disparam em vendas. Alimento midiático para um mundo morbidamente dopado pelo venenoso gosto da desgraça alheia.

Recentemente, a fantasia que gira em torno do brincalhão de nariz vermelho e sapatos enormes ganhou um novo sentido.

Os olhos alegres se tornaram agressivos e o rubro e ouriçado cabelo um símbolo de terror.

Ao redor do mundo, palhaços “sinistros” ganharam destaque nas ruas. Fotos e vídeos na internet mostraram a capacidade humana de criar e se divertir com situações de medo e violência. Sim, porque em alguns locais os personagens vão além de um espetáculo de halloween e causam medo e apreensão naqueles que não sabem quais as reais intenções dos mascarados. A polícia britânica chegou a emitir um alerta em relação aos casos.

No Brasil, um caso foi registrado na Bahia. Um homem foi preso após ameaçar pessoas vestido de palhaço. Um comparsa foi flagrado junto com ele filmando os sustos. O objetivo da ação? Divulgar o vídeo e ganhar curtidas nas redes sociais.

Além dos vídeos bizarros, uma outra situação chamou a atenção. Com isso, a procura por vídeos pornográficos envolvendo os personagens aumentou após a onda dos palhaços sinistros. Até quando nossa sociedade será capaz de se divertir com situações trágicas?

Sub-mundo: o que existe atrás dos cliques?

Nesse mesmo período, assistimos a um novo episódio trágico envolvendo a Internet. Um adolescente de 13 anos morreu ao participar do chamado Jogo do Desmaio. A “brincadeira” consite em reunir os amigos online, através da webcam, e aí cada um prende a respiração até não aguentar mais. Nesse caso, o garoto Gustavo não resistiu.

Esse não é o único jogo estranho praticado por crianças via Internet. A prática do balconing (se filmar pulando de uma varanda para outra), e o planking (fotografias em locais altos, tentando se equilibrar) também estão na lista.

Um jovem exemplar, livre de qualquer suspeita, sentando no computador jogando com os amigos. O que há de mal nisso? Bem, antes de responder devemos pensar no que está atrás da tela. O submundo da internet, também chamado de Deep Web, vem se tornado alvo de discussões e de investigações policiais.

O que os adolescentes e crianças estão vendo nas redes é uma questão a ser levantada urgentemente. Afinal, sempre esperamos da tecnologia algo positivo, que nos emancipe como pessoas. Mas, ingenuidades à parte, sabemos que o uso de qualquer invenção humana será sempre refém das infinitas surpresas da caixa de Pandora que é a nossa mente.

Vivemos em um mundo cada vez mais conectado. Teias são criadas todos os dias para ligar mundos. Fofocas, crimes, violência, pornografia e sim, não sejamos tão extremos, montanhas de conteúdos de alta qualidade. Porém a capacidade crítica das pessoas não acompanhou a velocidade dessa conexão. Acredito que a busca por doses cada vez maiores de emoção e prazer alimenta esse descompasso, e a história dos palhaços bizarros e os jogos fatais ganham cada vez mais força. Até que ponto a liberdade que a tecnologia nos dá pode ser benéfica?

Estamos colocando cada vez mais trecos caros e troços brilhantes nas mãos de nossas crianças, acreditando que o simples fato de os possuírem lhes fará bem. Raramente questionamos o valor pedagógico e o fim educacional que um dispositivo eletrônico pode oferecer. Como disse, a caixa de Pandora é inevitável, mas se uma mente em formação for bem orientada, poderemos evitar algumas surpresas desagradáveis.

Não podemos negar que o assunto gerou inúmeras discussões. O que esperar dos próximos capítulos? Bem, sinceramente não sei. Na dúvida, dê um F5 e aguarde a próxima postagem.

Anúncios

Olá! O seu comentário é muito bem-vindo!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s