O PRIVILÉGIO DA DÚVIDA

“Nos meus olhos, no entanto, uma pergunta existe, um grito em minha boca e a boca não grita. Não há órgão que escute minha queixa mais triste abandonada em meio à terra infinita.”
Pablo Neruda: “Tenho Medo”, em Crepusculário, 1923.

Certa vez, no centro de Juiz de Fora, bem ali na Rua São Sebastião, assim, de repente, tive o grato prazer de encontrar-me com uma amiga de longa data. Garota linda e doce, fácil de ganhar o coração da gente. Ela ficou surpresa com o insólito acontecimento, já que não nos víamos há bastante tempo. Falamos de muitas coisas e uma em especial. Triste coincidência. Ela estava com uma dor, algo difícil de carregar, cheirando a dúvida e com um gosto forte de ceticismo.

Quem nunca duvidou? Quem nunca teve o privilégio da dúvida? Privilégio sim, você vai entender até o final desse texto. Bom, espero que você chegue até lá. Boa sorte!

Resposta Redondinha

Duvidar é saudável. Hesitar é algo transcendente. Descrer é a “pedra de toque” que ilumina a alma humana. Ter dúvidas é algo como fazer dieta, escolhendo o que há de melhor no Buffet da vida. Suspeitar implica querer um pouco mais de informações. Vestir o manto do ceticismo mostra que desejamos um pouco mais de respeito sobre a nossa inteligência. Hesitar em algum momento, nem sempre quer dizer que somos uns “bundões”, covardes. Mostrar-se perplexo, ou seja, estar espantando e não crer no que se vê, nunca foi sentença de “Mané” para aqueles que querem a resposta redondinha. Duvidar é isso ai, não se contentar exatamente com a exata versão do que se diz ser exato. Duvide pelo menos um pouco. Isso poderá te fazer bem, já que a dúvida fez muita gente assustar o mundo e mudar o curso da história.

Should I Stay or Should I Go
A Terra é redonda? O sol gira em torno da Terra? O homem já esteve na Lua? O Universo tem fim? O capitalismo é a melhor solução? Ela vai dizer “sim”? Ser ou não ser? Ele vai me trair? Ela está pensando em mim? Sou realmente quem eu deveria ser? Estou no caminho certo? O que estou vendo e ouvindo é a verdade? O que sinto dentro de mim é amor? Devo ir ou devo ficar?

Duvidar gera perguntas. Questões nos fazem pensar. Pensar quebra nossa cabeça e manifesta todas as nossas limitações, pois a inquietação sempre nos levará a lugares diferentes e, muitas vezes, seremos transformados por nossas dúvidas. E quais são elas? Não me pergunte, questione a si mesmo. A vida nos faz surpresas exclusivas. Cabe a cada um de nós viver a própria experiência e tirar proveito do que acontece. “O importante é o que fazemos com o que acontece com a gente”, dizia Huxley, autor de Admirável Mundo Novo, um clássico da literatura mundial.

“Elementar, meu caro Watson”


A expressão “privilégio da dúvida” é sempre usada em situações em que você não tem certeza de algo e nada pode provar o contrário. Às vezes, existe a possibilidade de você ser traído por alguém, mas não tem certeza. Mesmo que já esteja acontecendo, mas não haja nenhuma evidência, ai você usufrui do tal privilégio. Isso não nos coloca em posição confortável. Entretanto, o melhor a fazer é sempre duvidar. Mas, antes de sair por ai dando uma de Sherlock Holmes, avalie muito bem aquilo que realmente é importante para você e tenha foco. Afinal, as pessoas são animais maravilhosos pelo simples fato de nos surpreenderem com ações e reações que apenas os seres humanos podem oferecer. Duvide sim, mas não use sua dúvida com uma venda, e nem mesmo como uma espada; tão somente como uma ponte, um trampolim, uma oportunidade.

“O senhor… mire, veja: o mais importante e bonito, do mundo, é isto: que as pessoas não estão sempre iguais, ainda não foram terminadas – mas que elas vão sempre mudando. Afinam ou desafinam, verdade maior. É o que a vida me ensinou. Isso que me alegra montão.”
João Guimarães Rosa, em Grande Sertão: Veredas.

Andar com Fé
Esse não é um discurso fatalista nem mesmo derrotista, tão pouco pessimista. Penso que a gente tem que viver a vida acreditando. E não estou sendo irônico! Porque senão a própria vida perde o sentido. Imagine se não tivéssemos fé em nada. Em ninguém. Seria um mundo sombrio e aterrorizado pela incapacidade de nos conectarmos uns com os outros. Mas, é a dúvida que nos faz crescer e resolver nossos piores problemas. Acreditando que as coisas e as pessoas podem e devem ser diferentes, nos faz girar junto com o planeta. Duvidar é crer num mundo melhor. Suspeitar nos abre os olhos para horizontes mais amplos e coloridos.

Comer, Comer
Preciso acreditar que o elevador não vai despencar; que o motorista do ônibus irá fazer aquela curva; que aquela água é pura; que a comida não está contaminada; que existe a possibilidade de ascensão em meu emprego; que irei passar no vestibular. Fé é o único alimento capaz de saciar as nossas almas. Duvidar é apenas um lúcido exercício que nos mantém conectados com a vida, suspeitando sempre de que as coisas e as pessoas podem e devem mover-se para um lugar melhor e mais alto.

Na hora “H”
Minha amiga desabafou comigo naquele fim de tarde, contando tudo o que estava incomodando o seu coração. Ela tinha muitas dúvidas e já não conseguia acreditar mais em muitas coisas que pareciam definitivas em sua vida. Foi duro para aquela jovem ter de, bruscamente, abrir mão de tantos valores, assim, de repente, sem aviso prévio. Eu via em seus olhos um fio de tristeza, típico de quem acumulou muita coisa na bagagem, achando que estava bem munido de coisas boas para lhe protegerem das adversidades. E, na hora “H”, no dia “D”, tudo aquilo não passava de areia, ferro velho, madeira podre e plástico ressecado. Sem nenhum valor. Tesouro miserável, causador de vergonha e constrangimento.

Ovelhas Ninjas


Eu disse para ela: Sara, a vida é isso ai mesmo. Tem um monte de gente se fazendo passar por ovelhas, mas, por debaixo da pele são lobos. Não podemos nos fazer de inocentes. A maioria de nós sabe, muito bem, que isso pode acontecer em qualquer momento e a qualquer pessoa. O mundo está repleto de gente querendo se dar bem, em detrimento do sofrimento alheio. Pessoas querendo ajudar estão sempre em menor número. Infelizmente. É exatamente por causa desses predadores que precisamos entesar o arco, mirando na direção de suas cabeças, mesmo que se pareçam como doces e meigas ovelhas. Eles precisam temer o poder de nossas flechas. Somente a coragem de duvidar é capaz de nos transformar de presas em predadores.

Chá das Cinco
Nesse parágrafo curtinho vou falar do que realmente importa. Duvide de si mesmo. Entre em seu coração e veja se a casa está em ordem, de acordo com o que se deve usar. Existem vasos falsificados e cortinas compradas no brechó? Tem lixo jogado embaixo do tapete? O sofá está rasgado? Você ou eu teríamos a coragem de convidar alguém para tomar um chá nesse lugar?

Montinho de Gente
O privilégio da dúvida nos leva a duas situações. Não sabemos e por isso somos tomados por inocentes e pegos sempre de surpresa, e nunca tendo os nossos nomes escritos nos anais da vida. Ou, na melhor das hipóteses, duvidar com vigor e segurança, resolutos e convictos de que as coisas são mais do que parecem, de que existe um jeito bem mais interessante de se fazer tudo o que conhecemos e, assim, escrever nossos nomes com letras garrafais nas páginas da história. Mesmo que sejamos ridicularizados por um momento, que nos chamem de idiotas, estúpidos e malucos. Não importa. Afinal, privilégio é aquilo que só pode ser concedido a uns poucos. Se tivermos que ser esse montinho de gente, então seremos os ridículos, escorraçados, arrebentados, céticos e desacreditados mais privilegiados do mundo. Duvide, mas sempre viva com intensidade. Nunca duvide apenas para sacanear o patrão, o seu vizinho ou a sua namorada (o). Duvide para tornar o mundo um lugar melhor e mais digno. Duvide com um coração sempre cheio de muita fé.

Anúncios

Olá! O seu comentário é muito bem-vindo!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s